QUESTÕES DISCURSIVAS: um dos grandes desafios para o REVALIDA

As questões discursivas, apesar de se apresentarem em número menor que as demais questões, pode representar uma parcela considerável na pontuação, como também, ser de grande ajuda para alcançar a pontuação mínima na prova Revalida.

Querido candidato ao revalida! Quantas questões discursivas você já fez em seu treinamento para o Revalida? Esse é um aspecto muito importante, mas que é deixado de lado por muitos candidatos por comodismo, medo, travas psicológicas, dificuldades em escrever, entre outros motivos. Outro fator que contribui para que as questões discursivas sejam deixadas de lados, é que talvez você não dê tanta importância a este tipo de estudo quando comparado às leituras e as questões objetivas.

Há alguns dias, um grupo de alunos candidatos ao Revalida, responderam um simulado com questões objetivas e discursivas similares a prova do INEP Revalida. Para cara aluno, foi perguntado qual sua maior dificuldade ao responder o simulado. Para nossa surpresa, nenhum dos alunos haviam respondido questões discursivas antes e por isso, sentiram grandes dificuldades para responde-las.

Com isso, surgiu outra indagação: qual o motivo de ainda não estar treinando para responder as questões discursivas? De modo geral, as respostas foram:

  • “Pretendo pontuar as questões objetivas por serem um número maior de questões”;
  • “Estou treinando primeiro as objetivas e quando chegar mais próximo da prova, irei treinar as discursivas”

Até entendemos as duas afirmações, mas não acreditamos que sejam boas aliadas em nosso aprendizado. Vamos analisar:

Serão considerados aprovados na 1ª etapa o candidato que alcançar no mínimo, 85 de 150 pontos (contagem correspondente à soma dos pontos obtidos nas provas objetivas e discursivas). Na prova objetiva, são 100 questões, valendo 1 ponto cada. Na prova discursiva, são 5 questões, valendo 10 pontos cada questão.

Pretendo pontuar as questões objetivas por ser um número maior de questões”?

Partindo do princípio de estudar apenas as questões objetivas por ser maior número, pode até parecer uma boa estratégia, mas pense comigo… para ser aprovado apenas levando em consideração a prova objetiva, o participante teria que acertar 85% da prova objetiva. Onde, as chances de se equivocar na compreensão das alternativas são relativamente grandes, ou seja, ou você acerta, ou você erra. Não há meio termo.

Já as questões discursivas, apesar de serem um número menor de questões, pode representar uma parcela considerável da pontuação e ser de grande ajuda no alcance da pontuação mínima. Além disso, traz a possibilidade de obter-se apenas parte da pontuação em uma questão, por exemplo, em uma questão que vale 10 pontos, poderá ter a chance de obter 7 pontos. Estes 7 pontos, equivalem a 7 questões objetivas respondidas corretamente. Percebe?

Quanto a segunda afirmativa, falta apenas compreensão e estratégia de estudo. Vamos lembrar que todas as questões da prova discursiva serão avaliadas quanto à adequação das respostas ao problema apresentado, à fundamentação, à consistência, à capacidade de interpretação e exposição. Bem como, à correção gramatical. Percebe que para responder de forma eficiente e adequada às exigências é necessário desenvolver todas essas habilidades? Isso requer o quê? Isso mesmo: tempo e treino.

Diante de tudo isso, sugerimos que você implemente a rotina de treinamento de questões discursivas em seu planejamento de estudos. De que forma? Bom, o passo a passo vai ficar para o próximo artigo, mas já adiantamos que a rotina de realizar resumos dos conteúdos estudados simulando uma resposta para uma possível questão discursiva, conforme as que já foram aplicadas nos exames anteriores, será um grande diferencial em seus estudos.

E aí, se identificou com o tema abordado em nosso post? Que tal deixar aqui o seu comentário? Os comentários nos ajudam a elaborar mais artigos, sempre pensando em ajudá-lo nesta jornada para alcançar o seu sonho. Grande abraço e até a próxima!

A persistência é o caminho para o êxito.” – Charles Chaplin.

Gleice Lopes.

Artigos relacionados:


Revalida: O que você deve se preocupar?

Olá, caro participante do Revalida! Certamente você está bastante empenhado em ...


10 Motivos para você escolher o Curso Revalida da Quality

A vida de um candidato ao Revalida Medicina é cercada de ansiedades e esperanças ...


Quanto tempo preciso estudar para passar no Revalida?

Você é estudante de medicina no exterior e pretende fazer o Revalida? Então, acr ...


Tudo que você precisa saber sobre o Revalida Medicina

Você conhece o Revalida? Muitos estudantes de medicina e médicos já formados que ...


QUESTÕES DISCURSIVAS: um dos grandes desafios para o REVALIDA

As questões discursivas, apesar de se apresentarem em número menor que as demais ...


5 MAIORES RAZÕES PARA FAZER SUA PÓS-GRADUAÇÃO MÉDICA ON-LINE

Após a graduação de Medicina, o médico pode optar por realizar uma especializaçã ...


O que você precisa saber sobre o Revalida INEP 2021?

O que você precisa saber sobre o Revalida INEP 2021? O Revalida, Exame Nacion ...


Guia para a prova práica do Revalida

Você foi aprovado na 1ª fase do Revalida 2020? Primeiramente, Parabéns! Já deve ...